Tudo no Tempo de Deus 

  • Ei flores!!

Estava com muitas saudades de vocês, e vim hoje aqui para explicar meu afastamento. Devido os acontecimentos, eu realmente me afastei de todas as redes sociais. Mais hoje eu dei um basta, agora é reerguer por que a vida continua!

No dia 28 de Maio tive a maior e melhor surpresa que eu e meu esposo poderíamos ter neste ano de 2015, ás 16:45 h eu abri o exame de Gravidez que fiz, onde constatou POSITIVO. Foi uma explosão de sentimentos em meu coração, onde a principal das reações foi chorar de alegria. Uma semana depois fui ao meu primeiro Pré-Natal e para surpresa de todos eu já estava com 2 meses e 5 dias kkkk,  estava tudo bem comigo e com bebê. Daí por diante minha  vida deu uma reviravolta, os planos que tínhamos como construção e outras coisas se paralisava por tempo indeterminado, porque todo o dinheiro que entrava era para o bebê que estava a caminho, foi uma alegria sem fim ver todas as coisinhas como: quarto, Chá de bebe, roupinhas, decoração, ansiedade para descobrir o sexo, sonhar com a minha vida futura e etc.

Então entramos no 3º mês de gestação, fomos fazer a Ultrassom da translucência nucal, para a nossa surpresa o bebê estava todo formadinho e não parou um minuto, colou pé na cabeça, virou de bundinha para nós, ele estava crescendo forte e normal, minha placenta estava baixa, porém não tinha risco nenhum, então fiquei mais aliviada, com 17 semanas quase um mês depois retornei para Pré-Natal  novamente, meu medico olhou meus exames, fez o toque  e tentou ouvi os batimentos do bebê, porém não ouviu e deixou por isso mesmo, me afirmando que estava tudo bem conosco,  eu falei a ele que estava inchando muito, ele com total indiferença falou que eu estava engordando mesmo, porque com 17 semana não se incha. Fui embora e meus inchaços continuaram, no sábado do dia 15 de Agosto foi aniversário do meu sogro, passei um dia normal só que no final do dia parecia que eu explodir de tão inchada, e comentei com meu esposo que o bebê estava crescendo do lado esquerdo da minha barriga, pois se formou uma bolinha no local, ele rindo falou que não sentia nada e aquilo me intrigou, mais como estava tudo normal deixei passar.

Entrei na 18 semanas ansiosa porque naquela semana descobriria o sexo do bebê, porque eu iria anuncia minha gravidez a vocês juntos com sexo dele e porque postaria fotos da  minha barriga o que não cresceu muito mais como eu tenho o quadril largo e ele abriu mais ainda com a gravidez eu não dei ênfase a isso. Quando foi na quarta feira dia 19 de Agosto aconteceu o pior, no final do dia fui ao banheiro no serviço ainda e para meu desespero tive um sinal de sangramento corri para o hospital, demorou 2 h para eu ser atendida, quando fui atendida ainda tive que esperar mais de duas horas e meia para fazer a Ultrassom, como minha Ultra estava marcada pra cinco dias depois eu imaginei que poderia ver o sexo, e aí pedi então minha sogra para entrar comigo para fazer uma surpresa para meu esposo, não sabia eu que a surpresa seria para todos =/  Quando estava fazendo a ultra, meu bebe não se mexia e não tinha mais batimentos. Eu não tive mais reação, quando Doutor parou e falou que meu bebe tinha evoluído até as 14 semanas, e que ele estava morto, o único pensamento que me veio foi em não falar nada para não contradizer o que Deus tinha permitido em nossas vidas, eu só chorava e fiquei sem falar, quando saí da sala meu esposo não aguentou e desabou, ali parecia ser nosso fim, mais para mais surpresas o médico me mandou ir embora com o bebe morto dentro de mim, pois meu corpo expulsaria o feto espontaneamente, só que isso me fazia ainda mais mal em saber que o bem mais esperado da minha vida estava comigo ainda, só que morto. Foi a maior agonia da minha vida.

No dia 23 de Agosto num Domingo de manhã veio outro sinal de sangramento, mais fiquei quieta, devido meu esposo ter um compromisso na igreja e se eu o falasse não iria, fomos ao encontro da EBD tudo normal, e quando foi umas 10:00 h o avisei e fomos novamente para o Hospital, chegando lá fui atendida por um excelente médico, onde falou que ainda não tinha passagem para o bebê sair, mais que sabia que era um sofrimento o que eu estava passando, então decidiu me internar e adiantar o processo para eliminação do bebê, me colocou no soro e por volta das 16:00 h começou a vim as contrações e logo depois a bolsa estouro, passaram- se mais umas 2:00 h e quando não aguentava mais, eles decidiram que iria fazer a curetagem, mais Deus foi tão bom que minutos antes de ir para o centro cirúrgico, pedi para ir ao banheiro e lá o bebê desceu. Era um menino, o tão esperado pelos papais. Segundo o diagnóstico do médico, estava tudo certo com o meu organismo e com a formação do bebê, então não sabemos ao certo qual foi a causa do aborto. Foi feito uma biopse que sai o resultado daqui uns 23 dias, mais isso hoje pouco importa, se Deus assim quis assim será feito a vontade Dele, o que pedimos hoje é que Deus conforte os nossos corações e que nos dê condições sentimental e emocional para tocarmos nossas vidas. “Tudo tem seu tempo determinado, e há tempo para todo o propósito debaixo do céu: há tempo de nascer e tempo de morrer; tempo de plantar e tempo de arrancar o que se plantou.” (Eclesiastes 3.1,2).

O texto ficou um pouco grande mais foi um relado de quase 3 meses e para mim um desabafo, pois ainda não tinha tocado no assunto. Peço que vocês continuem orando pela minha família.

beijos da Nai

Anúncios